a
contato@formula-ativa.com.br
(11) 97316-1399

Artigos relacionados

whatsapp (11) 97316-1399
telefone (11) 3848-3333

Novos medicamentos para o Tratamento da Artrite e Artrose. Artrite e Artrose O que são?

Home  /  Nutrologia   /  Novos medicamentos para o Tratamento da Artrite e Artrose. Artrite e Artrose O que são?

Novos medicamentos para o Tratamento da Artrite e Artrose. Artrite e Artrose O que são?

Tanto a artrite quanto a artrose são inflamações que ocorrem nas articulações, podendo gerar fortes dores e restrições aos movimentos. Há mais de 200 tipos dessas lesões articulares, com causas e sintomas diversos, os quais são conhecidos popularmente como reumatismo – doença que afeta articulações, músculos e ossos.

Muitos acreditam que se trata de uma doença que atinge apenas idosos, já que uma boa parte da população com idade avançada apresenta alguns dos sintomas. Com o aumento da expectativa de vida na última década, a incidência de casos de inflamações articulares subiu em torno de 30%.
Contudo, crianças e jovens adultos também podem sofrer do mesmo mal. Aliás, esta é a principal diferença entre artrite e artrose (osteoartrite), a primeira ocorre em todas as idades e a segunda é encontrada somente em idosos. Também há diferenças nas articulações atingidas, sendo que a artrite se desenvolve próximo ao punho ou no próprio punho e a artrose nas pontas dos dedos.

Uma forma comum de desenvolver reumatismo é o desgaste mecânico das articulações, principal queixa de esportistas que costumam sofrer de artrite traumática causada pela corrosão da cartilagem dos joelhos em atividades físicas. Tênis sem amortecedores ou solos muito duros contribuem para agravar os impactos. Essas lesões podem tornar-se uma artrose precoce.

Conheça novos medicamentos para artrite e artrose que atuam na Regeneração e Prevenção

A fim de atender às prescrições médicas, na Farmácia de Manipulação Fórmula Ativa já se encontram disponíveis três novos  medicamentos (principios ativos) para o tratamento de Artrite e Artrose: UC-II; Osteosil; e Cartidyss.

UC-II – é um colágeno do tipo II não desnaturado (idêntico ao fisiológico), derivado da cartilagem do frango. Auxilia na reconstrução da cartilagem humana, amenizando inflamações e dores articulares, o que permite melhor flexibilidade e qualidade de vida.
Este ativo é indicado para uso humano e veterinário. Estudos realizados com cães que desenvolveram artrite tiveram como resultado a redução de 91% das dores, sem alterações no fígado e outros efeitos colaterais.

Osteosil – composto por fósforo e silício, dois sais minerais importantes para a regeneração do tecido osteoarticular (sistema de ossos e articulações), estimula a produção de colágeno e a absorção do cálcio. Assim, previne o desenvolvimento de artrose e osteoporose (doença que diminui a massa óssea).

Cartidyss – produzido a partir da cartilagem de peixe, tem como vantagem a ausência de odores, conservantes e corantes, o que evita a hipersensibilidade ao medicamento. Apresenta em sua composição peptídeos colagênicos, os quais aumentam a taxa de decorina – proteína que compõem o tecido conjuntivo – e, por isso, combatem as lesões articulares. Além desses benefícios, ainda melhora a elasticidade e tonicidade da derme, e nutre pele, cabelo e unhas.

Como reconhecer a artrite em crianças e jovens?

Crianças
A partir dos três anos de idade, a criança já pode desenvolver algum tipo de artrite nas mãos, cotovelos, ombros, quadril, joelhos, tornozelos e pés. Em alguns casos, ocorre febre reumática e a dor migra de uma articulação para a outra, capaz de chegar até ao coração, comprometendo o sistema cardíaco. Por isso, quanto antes detectar a doença, maior a chance de estagnar a evolução. No entanto, como muitas vezes a febre vem acompanhada de garganta inflamada e sem dores nas articulações, o diagnóstico da artrite infantil torna-se mais difícil, pois as mães pensam ser apenas um resfriado corriqueiro.

Jovens
A artrite em jovens entre 15 e 20 anos é mais comum em mulheres devido às alterações de hormônio decorrentes da puberdade que favorecem ao desenvolvimento de processos reumáticos. Nos homens, a forma de artrite mais encontrada são as de coluna, como as espondilites. Este tipo prejudica os ligamentos que unem as vértebras, interferindo na postura do paciente.

Sem comentários
Publicar Comentário
Nome
E-mail
Website